Assembleia Legislativa do Rio é tomada por policiais e outros forças!

ocupacaoalerj
Foto: Edison Corrêa- Plenário da Alerj tomado por manifestantes

Na tomada do plenário da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio), estavam: Policiais Civis, as Forças Auxiliares, Bombeiros, Agentes do Degase (Departamento Geral de Ações Socioeducativas) e, Agentes Penitenciários. A invasão na assembleia do rio ocorreu às 15h, ocasionado pelo pacote de medidas proposto pelo Governo do Estado nesta terça-feira (8).

 A entrada dos grupos foi marcada por empurra-empurra, correria e nenhuma resistência dos seguranças da casa. “Com palavras de ordens como: “a casa é nossa”, ” é… Bolsonaro (PSC) e Picciani (PMDB), pode esperar, a tua hora vai chegar”, os manifestantes querem o arquivamento das propostas e o impeachment de Pezão (PMDB) e ameaçam entrarem de greve,  caso as mediadas sejam aprovadas.

O conjunto de medidas apresentados pelo governador são compostos de 22 projetos de lei, que visa estancar o rombo do estado do Rio de Janeiro. O governado alega ser a única forma.

alerjwladeck Para o deputado Waldeck Carneiro, as medidas apresentam traços do governo golpista federal. “Na linha do receituário adotado pelo governo federal golpista, o (des)governo Pezão, apresenta a pesada fatura da crise aos servidores públicos estaduais e às parcelas da população fluminense que mais precisam de políticas sociais de inclusão e da prestação de serviços públicos. Ora, o RJ é administrado pelo mesmo grupo político há pelo menos dez anos. Pezão, antes mesmo de ser governador, já tinha papel protagonista na administração estadual. Logo, não se pode atribuir ao servidor, à população mais pobre ou sequer à crise do petróleo a responsabilidade pelo rombo” , diz Carneiro.

Em nota, Jorge Picciani (PMDB), afirmou que a invasão do prédio é “um crime e afronta o estado democrático de direito sem precedentes na história política brasileira” que deve ser “repudiado”.

Ué, e as medidas que o governo quer adotar é o quê? Será que não fere também a dignidade alheia e por consequência uma afronta à democracia?

Outro fato que chamou a atenção é que não teve gás de pimenta… É… No dos outros é refresco. Já diz o dito popular!!!

pablomarlon@basedenoticias.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *