“Cara de pau” sem tamanho

 

renan-calheiros
Foto: Renan Calheiros

BRASÍLIA – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) e, aliados do partido que ele pertence, estão desde ontem, à caça votos para tentar votar o projeto que pune crimes de abuso de autoridade, objetivando ações de juízes e promotores. Renan voltou a defender o projeto, dizendo que: “o país está precisando de uma Lei que pune o Abuso de Autoridade, mas, que só caberá ao Senado dizer se a proposta será votada ou não”, acrescentou.
O engraçado que os políticos brasileiros sempre legislam em causa própria e dizem que é o povo que estão exigindo ”isso e aquilo”. E aproveitando o ensejo, o primeiro a testar como auto exemplo, o próprio. Por que não?

 Como se o estado do Paraná representasse todo o território nacional, Calheiros usou uma pesquisa em que, segundo ele, 70%, dos pesquisados, são contra o abuso de autoridade. Acredito que autoanalise este senhor não faz e nunca fez.

A ideia mais parece uma retaliação. O peemedebista, nega. Qualquer alusão às denuncias contra ele, é mera coincidência. O senador disse também  que o Ministério Público esta agindo politicamente. Vejamos a fala:

“O Ministério Público se perdeu. Quando você tem um MP agindo politicamente, ele perde a condição de ser fiscal da lei. Temos esse problema no Brasil”, afirma.

Ora, algo sem noção para alguém que faz conchavos ao seu favor e está respondendo inúmeros inquéritos por envolvimentos em falcatruas.

pablomarlon@basedenoticias.com.br

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *