Polícia Federal faz busca em endereços ligados a ex-primeira dama do Rio

adriana_ancelmo_fabio_motta-840x474Policiais federais fazem hoje (23) buscas em dois endereços de pessoas ligadas à ex-primeira dama do estado do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo, denunciada pela Operação Calicute. A investigada chegou a ser presa, mas cumpre prisão domiciliar.

 A denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF), consta que Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo adquiriram pelo menos 189 joias desde o ano 2000, e apenas 40 foram apreendidas pela Polícia Federal a partir de mandados de busca.

Para o MPF, a compra de joias era feita para lavar dinheiro obtido em práticas ilícitas. Cerca de R$ 11 milhões foram gastos na compra dos bens de luxo.

e-mail: marlonpablo@basedenoticias.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *